Os raëlianos e a origem da humanidade

24/02/2009 20:45

  Embora algumas vezes polêmicas e cheio de controvérsias, as declarações do líder raeliano, a meu ver, devem ser estudadas com total neutralidade, para que se consiga separar bem cada mensagem e colocá-las, todas, em seus devidos lugares. Infelizmente os próprios reporteres precisam aparecer e querem aproveitar todas as oportunidades polêmicas para colocarem as suas próprias "verdades" em cheque, atrapalhando o entendimento neutro da matéria.

 

A sinopse da entrevista está muito bem feita, como Salvador Nogueira normalmente faz, exceto por tentar impingir no leitor suas próprias convicções pessoais em assuntos que ainda são polêmicos e de comprovação duvidosa. O ideal seria tentar deixar suas próprias convicções para si mesmo e dar oportunidade ao leitor de chegar às suas próprias conclusões.

Na frase em que Salvador diz "Ele critica a teoria da evolução, para a qual não faltam evidências, em favor de uma hipótese própria: a vida terrestre foi criada há 25 mil anos por alienígenas, que ele chama de elohim.", o repórter "determina" a todos os leitores que a Teoria da Evolução, de Darwin, é a mais pura verdade, e que nós somos descendentes diretos dos chimpanzés. Só essa declaração já mostra a falta total de neutralidade em assuntos científicos sérios e que devem ser estudados com cuidado, sem paixões e sem fanatismos. Ainda não temos a menor possibilidade científica de comprovar absolutamente nenhuma das teorias de origem humana, entre elas a evolucionista, a do acaso, a criacionista, ou qualquer outra. A dos raelianos, copiada, segundo o repórter, de Erich von Däniken, somente leva a dúvida das origens para um outro planeta, ou seja, não explica nada, já que vir de carona em uma nave espacial significa que nossa origem foi em outro lugar e daí precisamos levar todas as atuais hipóteses (evolucionismo, criacionismo, acaso, etc...) para o planeta original, causando lá as mesmas polêmicas que estamos causando aqui.

Mas vamos a análise que interessa, que são os pontos apresentados por esse líder e que merecem destaque e estudo. Vamos ler o texto e identificar o que deve ser analisado:

Líder raeliano afirma não ter conhecimento "nem parcial" dos procedimentos da Clonaid, fundada por ele

Raël se declara ignorante sobre clonagem

SALVADOR NOGUEIRA
DA REPORTAGEM LOCAL - Folha de São Paulo - 20/01/03

O líder do Movimento Raeliano, Claude Vorilhon, reconhece não ter a menor idéia do que a Clonaid, companhia que ele mesmo fundou em 1997 e que anunciou o nascimento de dois supostos clones humanos no último mês, faz com os embriões que diz criar.
Indagado sobre se possui conhecimento completo dos aspectos técnicos da clonagem, responde: "Nem completo, nem parcial".
Apesar de admitir ignorância, declara apoio incondicional à empresa dirigida pela "bispa" raeliana Brigitte Boisselier, que já anunciou, sem apresentar provas, um clone de uma mulher americana e de um casal de lésbicas holandesas. A terceira cópia genética da Clonaid nasceria hoje. Seria clone do filho de um casal japonês, morto aos dois anos de idade.
O discurso de Vorilhon, ex-jornalista e piloto francês que adota, desde 1973, o nome de Raël, é cheio de contradições e marcado pelo desconhecimento da ciência -supostamente a base da crença raeliana. Ele critica a teoria da evolução, para a qual não faltam evidências, em favor de uma hipótese própria: a vida terrestre foi criada há 25 mil anos por alienígenas, que ele chama de "elohim".
A idéia nem é original; o também jornalista suíço Erich von Däniken já defendia que os ETs estavam na origem da civilização humana, em seu livro "Eram os Deuses Astronautas?", de 1968.
Raël, que rejeita a evolução por seus "furos", admite que não existe real evidência que suporte sua hipótese. "Os elohim vão trazer."
Ele também enfatiza que não há ligação alguma entre o movimento religioso que lidera e as supostas atividades de clonagem humana da Clonaid, mas é fato que o representante de sua seita no Brasil, por exemplo, é responsável pelo recrutamento de potenciais clientes para a empresa no país.
Diz que a ciência atual é primitiva, mas defende que as pessoas optem pelo consumo de alimentos geneticamente modificados, produzidos por esses mesmos cientistas "primitivos".
Faz questão de ir contra a Igreja Católica, "porque tudo que o papa católico é contra, nós apoiamos". Afirma que compartilha com Jesus Cristo o mesmo pai, um alienígena. E admite que sua mãe não aderiu à seita.
Ao ser contatado pela Folha, exigiu ver as perguntas antes e só aceitou conversar sob a condição de ser chamado de "Sua Santidade". Leia abaixo a entrevista.

Folha - A Clonaid disse que iria mostrar os testes da clonagem em uma semana. Não o fez. Sua Santidade pensa que isso pode prejudicar a reputação da companhia e do Movimento Raeliano?
Claude Vorilhon - 
Não há conexão de nenhum tipo entre a companhia de clonagem e o Movimento Raeliano. É uma companhia privada da dra. Boisselier, ela por acaso é uma Raeliana. Eu fui um dos primeiros a falar de clonagem, em 1974. Muitas pessoas ficaram rindo. E então, quando a ovelha Dolly foi clonada, cinco [seis" anos atrás, todo mundo parou de rir e começou a ficar com medo. Todo mundo estava falando de novo de clonagem humana, inclusive o papa católico, e eu disse, bem, se ele é contra, vou ajudar, porque tudo que o papa católico é contra, nós apoiamos, como contracepção, divórcio, homossexualidade, tudo.
Então eu criei a companhia nas Bahamas. Após um ano, o uma TV francesa foi às Bahamas e pôs pressão no governo, e eles fecharam a empresa. Então a dra. Boisselier veio a mim, há quatro anos, e disse: "eu gostaria de fazer isso agora, se você concordar", e eu disse: "OK, com duas condições". Primeira, não haverá nenhum dinheiro do Movimento Raeliano. E a segunda, "se você fizer, garanta que vai fazer um bebê saudável".

Folha - Mas o sr. tem alguma informação, porque é uma relação próxima, mesmo não sendo uma companhia do movimento. Eu gostaria de saber se o sr. sabe alguma informação atualizada sobre a companhia, onde é baseada...
Vorilhon - 
Não, como disse antes, não há absolutamente nenhuma conexão entre a companhia de clonagem e o Movimento Raeliano. Não posso dar nenhuma informação técnica, porque não sei o nome da companhia, não sei onde é, eu não sei de nada.

Folha - Então por que Sua Santidade pediu à Dra. Boisselier para não fazer o teste no bebê, se esse é um problema da companhia?
Vorilhon - 
Como um líder espiritual, claro que eu apóio espiritualmente e filosoficamente. Eu escrevi um livro que se chama "Sim para a Clonagem Humana" e pretendo ir ao Brasil no fim de março com a dra. Boisselier para promover o livro. Mas, então, em dezembro, ela anunciou que a criança tinha nascido e que uma equipe de cientistas ia provar que ela estava certa. Tudo estava acertado e então esse advogado da Flórida, para ganhar publicidade, abriu um processo para tirar o bebê da mãe e dá-lo a um tutor. Quando ouvi isso, liguei para a dra. Boisselier e disse: "É claro que entendo que você tem de escolher entre sua reputação e a criança, mas em minha opinião você devia escolher o bebê e a mãe", e ela concordou.

Folha - E quanto ao estado do segundo bebê? Há temores legais?
Vorilhon - 
Agora acho que não. Mas, para qualquer aspecto técnico, você deve perguntar à dra. Boisselier.

Folha - Então, em termos técnicos, Sua Santidade não tem o conhecimento completo ligado às técnicas de clonagem?
Vorilhon - 
Nem completo, nem parcial. Eu não sei o que está acontecendo na companhia. Mas eu sei o que é clonagem, sim.

Folha - De onde vem o dinheiro do Movimento Raeliano?
Vorilhon - 
Da filiação. Cada membro paga uma taxa de filiação que é, para o membro normal, 3% de sua renda, descontados os impostos. E, para se tornarem padres ou bispos, essas pessoas pagam uma taxa de filiação de 7% [da renda" ao Movimento Raeliano internacional.

Folha - Vamos falar um pouco sobre os elohim. Além do seu encontro amigável com eles, há milhares de relatos de supostas abduções alienígenas, muitas descritas como hostis. Devemos acreditar nelas?
Vorilhon - 
Não. No mundo, muitas pessoas viram OVNIs, 50 milhões, segundo uma pesquisa recente. Mas você precisa tirar desses testemunhos muitas pessoas que usam drogas e álcool. Algumas pessoas dizem terem sido contatadas, e não é verdade. Não há contatos, só um em cada era importante da história. E as descrições de extraterrestres agressivos ou violentos são absolutamente falsas. Só os elohim vêm à Terra, eles são muito pacíficos e não precisam abduzir humanos para fazer testes. Cada ser humano é seguido do nascimento à morte por instrumentação remota, e o que fazemos é registrado nos computadores deles. Ao morrer, por clonagem, podemos ter vida eterna no planeta deles, com nossa memória e personalidade.

Folha - A explicação de que os elohim vieram à Terra há 25 mil anos e criaram toda a vida é incompatível com várias evidências científicas. Os dinossauros, que têm milhões de anos, são fraudes?
Vorilhon - 
Não necessariamente. Há duas explicações. E há muitos cientistas têm muitas dúvidas sobre essa teoria da evolução, que é só uma teoria, a propósito. A primeira coisa é que todos os sistemas de datação, até o carbono... o carbono... eu não lembro o número... [14", não são acurados, porque são baseados no fato de que há constantes no Universo e [uma delas é" a velocidade da degradação atômica. Nem mesmo a velocidade da luz é constante. Claro, nossos cientistas, muito primitivos, pensam que a velocidade da luz é constante, mas não é. A segunda explicação para encontrarmos vida mais velha que 25 mil anos, como os elohim explicaram, é que há um número infinito de criações e destruições da vida na Terra. Então, digamos que amanhã, por um líder criminoso como George Bush, toda a vida seja destruída. Milhares de anos depois, os extraterrestres podem vir, criar a vida novamente na Terra.

Folha - Já que há tantas discrepâncias entre o que os elohim ensinam e o que a ciência explica sobre a vida, o sr. nunca considerou que eles pudessem estar mentindo?
Vorilhon - 
Não. Nunca, nunca. Porque, sabe, tudo é lógico na mensagem. A explicação de que um Deus sobrenatural criou o Universo em uma semana é completamente irracional. Mas há no mundo quase 3 bilhões de pessoas que acreditam nela. E há a teoria da evolução. Não há diferença entre acreditar em Deus e acreditar em evolução, porque é dogma, não-provado em laboratório.

Folha - O símbolo raeliano não foi o mesmo desde sua criação, 30 anos atrás. Sua Santidade pode contar o porquê da mudança?
Vorilhon - 
O símbolo original é uma suástica no meio de uma estrela de David. Há uns dez anos, mudamos nosso símbolo apenas para a parte ocidental do mundo. Trocamos a suástica por um símbolo que se parece com uma galáxia, por respeito às vítimas do nazismo. Mas os raelianos na Ásia continuam a usar a suástica.

Folha - Sua Santidade menciona a clonagem como o primeiro passo de três para atingir a vida eterna. Os dois próximos estão muito longe tecnologicamente e talvez sejam impossíveis. O sr. não deveria ser o primeiro a dizer às pessoas que elas não atingirão vida eterna, pelo menos nas próximas décadas?
Vorilhon - 
Não, eu não... há três passos. O primeiro passo agora é só criar um bebê. Se você quer ter uma criança por clonagem, você dá uma célula sua e e em 18 anos você tem um clone adulto. Mas não é você, porque esse clone pode desenvolver personalidade bem diferente. A primeira parte do passo dois é a criação de um útero artificial. Então, vamos descobrir como acelerar a multiplicação celular. Em umas poucas horas, você tem uma cópia adulta de si mesmo. Mas esse clone ainda não é você, porque é só o hardware, só o corpo. Então atingiremos o passo três, que virá da ciência da neurocomputação. Eles estão trabalhando em como ler e como decifrar tudo em seu cérebro: sua memória, sua personalidade, tudo. Nós conectaremos o computador ao clone adulto, então você poderá descarregar, antes de morrer, sua memória e sua personalidade em um clone mais jovem de si mesmo. E essa não é tecnologia que virá em um ou dois séculos. Tudo deve vir em 15 a 25 anos.

Folha - Por que os elohim querem voltar à Terra?
Vorilhon - 
Porque eles nos amam. Parte da mensagem diz que ciência é amor. Eles temem por nós.

Folha - Eles não têm interesse pessoal?
Vorilhon - 
Absolutamente não. Não precisam de nós, estão felizes no planeta deles. Lá, Jesus ainda está vivo, Muhammad ainda está vivo, Moisés ainda está vivo.

Folha - Esses profetas eram todos elohim?
Vorilhon - 
Eles foram enviados pelos elohim, ou [são" parcialmente ligados aos elohim, como Jesus, cujo pai era um dos elohim e a mãe uma garota da Terra, chamada Maria.

Folha - Sua Santidade também é parte elohim?
Vorilhon - 
Eu sou exatamente como Jesus, nós temos o mesmo pai.

Folha - E sua mãe, ela acredita em Sua Santidade? Ela é parte do Movimento Raeliano?
Vorilhon - 
Ela é uma apoiadora. Ela não é membro do Movimento Raeliano, mas ela me apóia.

Folha - A maioria pensa que é muito arriscado clonar humanos. Como o sr. se sente indo contra a maioria das pessoas, que não querem isso, ao menos agora?
Vorilhon - 
Isso está mudando, e nós estamos aqui para mudar. Em todos os campos da ciência você tem pioneiros. Você precisa se lembrar que na história da humanidade o papa católico era contra a abertura do corpo dos mortos no século 17, quando queriam começar a estudar anatomia. E eles foram contra antibióticos. Eles foram contra transplantes. Há 22 anos, eles eram contra fertilização in vitro. E agora 70% das pessoas a apóiam. Quando o primeiro bebê nasceu, 10% das pessoas eram a favor. Temos a mesma coisa com clonagem. Agora 25% são a favor. E tenho certeza de que quando na TV vocês puderem ver um bebê sorridente e saudável, isso vai saltar para 70%. É por isso que apoiamos clonagem humana. Não só clonagem humana. Nós apoiamos comida geneticamente modificada, apoiamos eugenia genética e apoiamos a criação de seres humanos sintéticos.

Folha - Sua Santidade diz que ciência e religião não têm nada a ver uma com a outra, mas defende uma religião que diz que a ciência é o jeito de fazer as coisas. Como o sr. explica essa mistura?
Vorilhon - 
Eu disse, religiões tradicionais, que acreditam em Deus, não têm nada a ver com ciência. Mas nossa religião diz que a ciência deve se tornar nossa religião, essa é a nossa crença. Ciência deve substituir a falta de Deus.

Folha - Mas o sr. rejeita a maioria dos conhecimentos científicos que temos agora...
Vorilhon - 
Eu não concordo com a crença primitiva na ciência, que nunca deveria ser baseada em crença, mas em fato. E a teoria da evolução é uma crença, não um fato. O presidente da Academia Francesa de Ciências, em 1900, dizia que um ser humano nunca poderia viajar a mais de 100 km/h porque o cérebro iria explodir. Ele dizia que era um cientista, mas ele era tudo, menos cientista.

Folha - Podemos ter dúvidas sobre evolução, mas há evidências de que foi do jeito que Sua Santidade diz? Poderia citá-las, por favor?
Vorilhon - 
Apenas dois meses atrás [seis meses, na verdade, em julho de 2002", foi sintetizado em laboratório o primeiro vírus sintético. O primeiro passo para criar um organismo monocelular [sic". Então, estamos fazendo...

Folha - Mas mostrar que pode ser feito não significa que foi feito.
Vorilhon - 
Sim, você está certo.

Folha - Então, não há evidência de que foi feito.
Vorilhon - 
Sim, mas, se pode ser feito, pode ter acontecido assim.

Folha - Mas não há evidência.
Vorilhon - 
Quando os elohim vierem, eles as trarão.

Folha - E por que eles não fazem agora? Não seria mais fácil para o sr. se eles dessem alguma evidência de que o sr. está certo?
Vorilhon - 
Seria muito mais fácil, sim, mas... eu não acho que... seria possível entender logo o que eles querem. Eles querem preparar a humanidade lentamente para o próximo passo, e é isso que estamos fazendo agora. E eu não quero que as pessoas acreditem, eu quero que elas entendam.

Folha - Quais são os planos imediatos do Movimento Raeliano?
Vorilhon - 
Eu continuo a tentar inspirar cientistas a criarem o jeito que eu vejo o futuro para a humanidade. Tentar ajudar a desenvolver comida geneticamente modificada e ajudar as pessoas a aceitarem comida geneticamente modificada. Se eu tenho escolha, num restaurante ou num supermercado, entre comida normal, comida orgânica e comida geneticamente modificada, eu sempre escolho comida geneticamente modificada, porque é melhor.

Folha - Mas, se nossa ciência é tão primitiva, como Sua Santidade acredita tanto nela nesse caso?
Vorilhon - 
É primitiva, mas está ficando melhor e melhor. Está evoluindo, indo para a frente, e precisamos ajudar esse processo.

 

Questões a serem analisadas:

1) Faz questão de ir contra a Igreja Católica, "porque tudo que o papa católico é contra, nós apoiamos".

2) Afirma que compartilha com Jesus Cristo o mesmo pai, um alienígena.

3) E admite que sua mãe não aderiu à seita.

4) No mundo, muitas pessoas viram OVNIs, 50 milhões, segundo uma pesquisa recente. Mas você precisa tirar desses testemunhos muitas pessoas que usam drogas e álcool. Algumas pessoas dizem terem sido contatadas, e não é verdade. Não há contatos, só um em cada era importante da história. E as descrições de extraterrestres agressivos ou violentos são absolutamente falsas. Só os elohim vêm à Terra, eles são muito pacíficos e não precisam abduzir humanos para fazer testes. Cada ser humano é seguido do nascimento à morte por instrumentação remota, e o que fazemos é registrado nos computadores deles. Ao morrer, por clonagem, podemos ter vida eterna no planeta deles, com nossa memória e personalidade.

5) A primeira coisa é que todos os sistemas de datação, até o carbono... o carbono... eu não lembro o número... [14", não são acurados, porque são baseados no fato de que há constantes no Universo e [uma delas é" a velocidade da degradação atômica. Nem mesmo a velocidade da luz é constante. Claro, nossos cientistas, muito primitivos, pensam que a velocidade da luz é constante, mas não é. A segunda explicação para encontrarmos vida mais velha que 25 mil anos, como os elohim explicaram, é que há um número infinito de criações e destruições da vida na Terra. Então, digamos que amanhã, por um líder criminoso como George Bush, toda a vida seja destruída. Milhares de anos depois, os extraterrestres podem vir, criar a vida novamente na Terra.

6) A explicação de que um Deus sobrenatural criou o Universo em uma semana é completamente irracional. Mas há no mundo quase 3 bilhões de pessoas que acreditam nela. E há a teoria da evolução. Não há diferença entre acreditar em Deus e acreditar em evolução, porque é dogma, não-provado em laboratório.

7) há três passos para atingir a vida eterna: O primeiro passo agora é só criar um bebê. Se você quer ter uma criança por clonagem, você dá uma célula sua e e em 18 anos você tem um clone adulto. Mas não é você, porque esse clone pode desenvolver personalidade bem diferente. A primeira parte do passo dois é a criação de um útero artificial. Então, vamos descobrir como acelerar a multiplicação celular. Em umas poucas horas, você tem uma cópia adulta de si mesmo. Mas esse clone ainda não é você, porque é só o hardware, só o corpo. Então atingiremos o passo três, que virá da ciência da neurocomputação. Eles estão trabalhando em como ler e como decifrar tudo em seu cérebro: sua memória, sua personalidade, tudo. Nós conectaremos o computador ao clone adulto, então você poderá descarregar, antes de morrer, sua memória e sua personalidade em um clone mais jovem de si mesmo. E essa não é tecnologia que virá em um ou dois séculos. Tudo deve vir em 15 a 25 anos.

8) Jesus, cujo pai era um dos elohim e a mãe uma garota da Terra, chamada Maria.

9) Eu sou exatamente como Jesus, nós temos o mesmo pai.

10) Em todos os campos da ciência você tem pioneiros. Você precisa se lembrar que na história da humanidade o papa católico era contra a abertura do corpo dos mortos no século 17, quando queriam começar a estudar anatomia. E eles foram contra antibióticos. Eles foram contra transplantes. Há 22 anos, eles eram contra fertilização in vitro. E agora 70% das pessoas a apóiam. Quando o primeiro bebê nasceu, 10% das pessoas eram a favor. Temos a mesma coisa com clonagem. Agora 25% são a favor. E tenho certeza de que quando na TV vocês puderem ver um bebê sorridente e saudável, isso vai saltar para 70%. É por isso que apoiamos clonagem humana. Não só clonagem humana. Nós apoiamos comida geneticamente modificada, apoiamos eugenia genética e apoiamos a criação de seres humanos sintéticos.

11) Eu disse, religiões tradicionais, que acreditam em Deus, não têm nada a ver com ciência. Mas nossa religião diz que a ciência deve se tornar nossa religião, essa é a nossa crença. Ciência deve substituir a falta de Deus.

12) Eu não concordo com a crença primitiva na ciência, que nunca deveria ser baseada em crença, mas em fato. E a teoria da evolução é uma crença, não um fato. O presidente da Academia Francesa de Ciências, em 1900, dizia que um ser humano nunca poderia viajar a mais de 100 km/h porque o cérebro iria explodir. Ele dizia que era um cientista, mas ele era tudo, menos cientista.

13) Eu continuo a tentar inspirar cientistas a criarem o jeito que eu vejo o futuro para a humanidade. Tentar ajudar a desenvolver comida geneticamente modificada e ajudar as pessoas a aceitarem comida geneticamente modificada. Se eu tenho escolha, num restaurante ou num supermercado, entre comida normal, comida orgânica e comida geneticamente modificada, eu sempre escolho comida geneticamente modificada, porque é melhor.


 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!