Videntes e Telepatia

10/08/2010 09:25

 

 

Para a Ciência, os videntes têm poderes telepáticos

 

Correio da Bahia - 26/11/2000

 

Regina Mariano Muniz era bebê de colo e só balbuciava algumas palavras quando fez seu primeiro relato de vidência, denunciando a presença da avó materna, já desencarnada. Fátima Beth conta que desde os 2 anos via espíritos e Islei Paiva, aos 4, previu a morte de sua tia. Todas essas mulheres são intérpretes de uma realidade paralela, que a maioria das pessoas não consegue ver.

Elas têm em comum a faculdade de captar ondas vibracionais. Inerente a todo ser humano, esta capacidade ainda é desenvolvida por um percentual pequeníssimo da humanidade, informa o psicanalista Roberto Andersen, que há 25 anos pesquisa o tema (leia quadro). Em países onde a ciência já comprova a eficácia desses dons, pessoas como as videntes baianas são aliados precisosos para interceder em missões impossíveis, tal como faz a Scotland Yard.

Elas são capazes de descobrir o paradeiro de pessoas e objetos perdidos, de prever acontecimentos, de revelar segredos e se comunicar com os mortos. O dom, que o espiritismo chama de mediunidade, e, a ciência, de paranormalidade, as torna pessoas especiais. Mas não parece ser fácil conviver com uma habilidade que às vezes pesa. "Uns me vêem como um deus, outros, como um diabo", sintetiza Islei, para demonstrar as dificuldades de lidar com as situações geradas pela paranormalidade.

Todas as pessoas emitem ondas vibracionais eletromagnéticas, geradas pelo cérebro, que são como códigos especiais de comunicação. Sempre que pensamos e sentimos, explica o professor Roberto Andersen, transmitimos essas ondas. Isto, de acordo com Andersen, já está comprovado pela Ciência. "As ondas cerebrais são medidas por magnetrônomos e, através de tomografia computadorizada, é possível saber exatamente que tipo de onda está sendo emitida e de que área do cérebro".

O pesquisador afirma que qualquer pessoa poderia captá-las se tivessem desenvolvido esta capacidade. Mas ele afirma que este poder inerente a qualquer mortal é cerceado desde a primeira infância. Roberto explica os videntes como pessoas que conseguem se sintonizar na frequência vibracional de outras, tendo acesso inclusive a fatos do passado e do futuro. "Para encontrar objetos e pessoas desaparecidas, eles captam as ondas vibracionais dos que as esconderam", diz Andersen, afirmando que esses poderes fazem parte do mesmo princípio da telepatia. 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!